Avózinha (Sim, com acento...)

Março 03 2009

Há tempo atrás escrevi aqui sobre o meu lado feminino, este fenómeno pode ocorrer em qualquer um e de formas diferentes. Senão vejam a história que vos conto de um Italiano pan...quer dizer...homosexual que quer mudar de sexo.

 

O que leva este ser humano a querer fazer esta transformação é simplesmente fé, e o seu sonho em ser monja para entrar num convento. A primeiro pensei que as suas intenções poderiam não ser as mais nobres e que só pretenderia era estar no meio de mulheres, mas se vai cortar o coiso e tal, só pode ser mesmo fé. Se bem que, como diz o ditado “Enquanto houver língua e dedo não há mulher que meta medo”.

 

Esta Maria Amélia de 45 anos que vive perto de Roma já fez o pedido junto do pároco e bispo da sua diocese tendo tido toda a receptividade da parte destes...não teve nada, estava a brincar. Diz ele «Tentei falar com o sacerdote da minha paróquia, mas encontrei um muro de silêncio», «Com o bispo foi ainda pior», quase que aposto que lhe responderam “meu filho, o hábito não faz a monja” (em italiano - «va fan’culo»).

 

Este gajos da religião (em vez de Religião dever-se-ia chamar Proibição) são lixados, ora negam o holocausto ora não querem que mulheres cristãs casem com muçulmanos, os muçulmanos não deixam beber alcool e querem as gajas todas tapadas , etc. etc. etc....em suma pode-se fazer alguma coisa!? Deixem lá o raparigo entrar no convento...mudar de sexo e viver em clausura já é castigo suficiente.

 

Inté


pesquisar
 
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO