Avózinha (Sim, com acento...)

Abril 21 2009

A moda agora bem poderia ser «andarem a chamar estúpidos à malta» mas isso não é moda, já é costume, portanto, e recomeçando, a moda agora é fazerem crer aos estúpidos (nós) que com «Três ou quatro euros por dia são quanto basta para seis refeições equilibradas» durante o dia. Quem o diz é a Associação Portuguesa de Nutricionistas e eu tenho que “engolir”...é pá, por falar em Nutricionistas, lembrei-me agora nem sei bem porquê que o Governo abriu 500 vagas para estes profissionais nos postos de saúde um pouco por todo o Portugal...não tem nada a ver foi só uma coisa que me ocorreu assim do nada.

 

Com 3 ou 4 euros dizem eles...bem, esta dúvida tem que ser desfeita, ou são 3 ou são 4 (ou 3,50) depende do quê, se gasto um palito para os dentes no fim da refeição ou se uso guardanapo, 1 euro de diferença é muito dinheiro e segundo a forma como eles aprenderam matemática pode dar para pagar a consulta com o Nutricionista. Se calhar é isso, o curso deles não contempla matemática.

 

Um reformado que receba por exemplo a sumptuosa pensão de 300 Euros, gasta por mês:
- Em refeições (31 x 4 = 124)
- Medicamentos (não precisa de medicação porque tem uma alimentação equilibrada e saudável, ou morreu de fome)
- Consultas (1 euro -  apenas vai ao nutricionista)
Dá um gasto total de 125 euros, como não precisa de mais nada o resto pode pôr debaixo do colchão ou estoirar em acções de clubes de futebol.

 

90% da bicharada (animal ou vegetal) que faz parte da nossa cadeia alimentar e que está habituada a quinar para ir parar ao prato está a fazer uma grande festa, para nós é que não há motivo para festejar. Os hipers também andam em força a publicitar este tipo de ginástica orçamental, logo eles que até anseiam ávidamente que a malta poupe e deixe lá o menos possível, como os Bancos. Portanto todas as empresas que produzem coisas comestíveis podem se juntar à Quimonda e fechar as portas.

 

Estou a planear juntar uns amigos para mais uma jantarada, eles que comecem a pensar entre a meia garrafa de vinho e a latinha de conserva, qual preferem, eu voto na pinga, sempre um gajo bebe para esquecer. Se bem que meia garrafita não dá para esquecer muita coisa, ou nenhuma, a menos que se leve com ela na cabeça, mas com força.

 

Inté


pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
17
18

19
24
25

27
30


mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO