Avózinha (Sim, com acento...)

Abril 08 2009

A mulher de um jogador de futebol amarrou-se a um poste da baliza, isto em pleno decorrer da partida, parece que o clube não paga os salários à uns mesitos e vai daí toca de protestar desta maneira original. Eu compreendi logo à primeira, o que até nem é hábito em mim, é óbvio (aí a explicação de eu ter apanhado logo à primeira, por ser óbvio claro está) que uma mulher não se casa/junta a um profissional da bola e depois não há dinh...quer dizer, amor, muito amor pois claro.

 

Aliás, até tenho a impressão que os jogadores de futebol profissional devem ser excelentes companheiros tal é a quantidade de pretendentes que arrastam, de certeza que entre amor por eles ou interesse, só pode ser amor o que as move porque interesse neles elas não têm nenhum...generalizando pois claro.

 

E só amor explica esta manifestação de protesto, quantos homens não gostariam de ter uma um mulher assim, capaz de se sacrificar de alguma forma e de ser tão dedicada. Uns porque aí teriam uma oportunidade para as lá deixar e pirarem-se, outros pela prova de amor dada. Daí se pode concluir também que esta personagem é uma mulher de coragem pois está segura de que ele gosta dela ou correria o risco de lá ficar a servir de poste.

 

Mais uma vez demonstro aqui que os meus valores são muito pouco louváveis, ou não fosse isto uma mera demontração minha de pura inveja, ressentimento, pois nunca nenhuma mulher se amarrou por mim, mesmo tendo eu sugerido (a pagar não conta). O amor é louco não façam pouco.

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:54

pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
17
18

19
24
25

27
30


mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO