Avózinha (Sim, com acento...)

Janeiro 25 2009

Eu julgava não ser possível, mas na verdade é, e pude-o constatar na 6ª feira passada a caminho da empresa onde trabalho. Antes de relatar-vos o sucedido, proponho que tentem perceber o que o partido comunista poderá ter a ver com os Estados Unidos da América, ou vice-versa, e como calculam a tarefa não se avizinha fácil visto o anti-comunismo que é cultivado pelos súbditos do Tio Sam definitivamente não ajudar.

 

Ia eu em amena cavaqueira quando os meus olhos chocam com um dos muitos outdoors (há muito tempo que ando a tentar encaixar esta palavra num dos textos e finalmente realizei o intento) que podemos observar pela beira das estradas e qual não é o meu espanto (mas deve ser só meu) ao ler o que lá estava inscrito. «Sim é possível!» é o slogan em letras bem gordas, isto num outdoor (outra vez, que máximo) do Partido Comunísta, pus um comprimido debaixo da língua e o resto da viagem foi o meu cérebro a dizer-me «Não, não é possível!» mas flashes da imagem do outdoor (3ª vez) a contrariaram-me o pensamento.

 

Vou partir do princípio que foi o PCP que se inspirou no slogan da campanha de Barack Obama e não o contrário, por questões cronológicas e também para me facilitar o exercício, mas por esta não estava à espera. Então a febre americana já contagiou o reduto de Jerónimo de Sousa, o que iremos ter a seguir? Uma adaptação do símbolo do McDonalds a fazer lembrar a foice e o martelo e/ou a sigla PCP estilizada bem à maneira do KFC.

 

Vamos esperar para ver se emerge no PCP algum Obama ou se será o actual líder a desempenhar o papel, para já e tal como os americanos, um Jerónimo já têm. Por cá e por todos os partidos o que não faltam são Buracos Obamas um pouco por todo o lado, por isto, creio que à boa maneira portuguesa nós também podemos dizer «Sim, tudo é possível»

 

Inté


pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

16
17

21
23
24

30
31


mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO