Avózinha (Sim, com acento...)

Março 24 2010

Quantos copos de vinho é que as meninas já beberam hoje? É a pergunta que faço ás mulheres que estiverem a ler o texto de hoje, claro que não espero que me respondam, pretendo apenas que se questionem a vós próprias, na verdade não quero estragar a imagem que possa ter vossa e perceber que são umas pipas ambulantes...e não me refiro à forma mas sim ao conteúdo. Enfim, este início tem (como sempre) uma razão de ser, e essa virá já de seguida, em forma de receita culinária.

 

Pega-se (salvo seja) em 798 mulheres, dá-se-lhes dois copos de vinho por dia durante algum tempo e o resultado são mulheres com lubrificação, desejo e desempenho sexual melhorado. Este foi o entretém de uns investigadores lá para as bandas de Torino e Florença, segundo eles alguns componentes contidos no vinho podem ajudar a explicar os resultados obtidos com o mulherio que se predispôs a entrar na experiência vínica.

 

Resta  saber de que forma os investigadores com(provaram) estas conclusões, se através das visadas pelo estudo ou se dos respectivos parceiros (ou parceiras, aqui não se descrimina ninguém). Se estavam com umas olheiras de metro e meio e evidenciavam alguns sinais de desfalecimento é bem provável que o testemunho não tenha surgido de nenhuma das anteriores hipóteses avançadas, enfim, exaustos mas com sentimento de missão cumprida.

 

É sabido que no que toca ao sexo ouvem-se queixas de ambos os sexos, no caso delas (que é o assunto de hoje) as mais comuns é que os parceiros querem logo «chutar para baliza» e não se dedicam muito a trocar a bola no meio campo nem a jogar pelos flancos, desse modo apanham sempre o guardas redes pouco preparado para defender...claro que é golo, mas a beleza do jogo perde-se dizem elas. As partidas querem-se disputadas e não basta haver golos, é um facto, mas também há casos que dois copitos de vinho eram capaz de ajudar, nem tudo é táctica, a inspiração também desempenha um papel decisivo.

 

O néctar dos deuses continua pois a marcar pontos, é sabido que o consumo regrado beneficia em muitos aspectos a saúde, agora vem mais este dado para atestar isso mesmo. O vinho, mas tinto, aumenta desejo sexual nas mulheres, basta dois copos por dia, mas atenção ao tamanho dos copos, porque se a ideia é melhorar a vida sexual convém depois lembrarem-se como foi bom.

 

(Fonte: Lux.iol.pt)

 

Inté

publicado por Avózinha às 20:04

Maio 12 2009

Bem sei que por cá também existem histórias parvas para me servir de inspiração, mas já que estamos na World Wide Web e para não enjoar, de quando em vez vou buscar qualquer coisa além fronteiras, de interesse pois claro. Meio milhão de cigarros é quanto os funcionários públicos da província Chinesa de Hubei estão obrigados a fumar, o progresso e o desenvolvimento económico da região assim o exige.

 

Eu explico, sendo esta região detentora de algumas marcas de tabaco nada mais natural que sejam obrigados a consumir o produto da terra, existem inclusive fiscais a verificar se existem cinzeiros com beatas de marcas de outras províncias concorrentes. Chen Nianzu, membro do sector de fiscalização do mercado de cigarros de Gong'an é peremptório «A medida irá impulsionar a economia local a partir de impostos sobre o cigarro».

 

É gente desta com fibra e sentido de estado que nos está a  fazer falta por cá, se ao menos conseguíssemos olhar para estes bons exemplos. Estou-me a lembrar por exemplo das manifestações que regularmente os nossos professores fazem, se em vez daqueles cartazes com dizeres que não assustam ninguém cada um levasse um Zé Povinho (a fazer um toma) fabricado na Bordalo Pinheiro a já antiga fábrica de faianças não estaria na situação de dificuldade em que está, e até dariam um impulso extra à economia.

 

Nós por cá nem temos industria tabaqueira com expressão (que eu saiba) mas vinho é coisa que não falta, aliás, em vez de andarem a subsidiar o arranque da vinha bem que podiam copiar os chineses. Funcionário público que se preze teria de consumir umas garrafitas por dia, a bem da criação de riqueza e do desenvolvimento da nação,  fazia-lhes bem e até ganhavam uma corzita (como dizia o meu Avô). Mas claro, Alentejano que fosse apanhado a beber um vinho do Douro, estaria à perna com o fiscal.

 

Entretanto os chineses já desistiram de obrigar os funcionários públicos a fumar, devem ter sabido que eu ia falar no assunto e tiveram medo, eles são muitos mas não me metem medo e escrevi na mesma. Lá por esses mariquinhas terem dado o dito por não dito, nós podíamos aproveitar a ideia e começar a molhar a goela da malta com pinga da boa, bem vistas as coisas andariam todos mais alegres e despreocupados e os que não andassem era por incumprimento da quota obrigatória.

 

Inté


pesquisar
 
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO