Avózinha (Sim, com acento...)

Outubro 03 2010

Se desde que iniciei a minha vida escolar me tenho preocupado em escrever bom português, ou pelo menos aceitável, imaginem o que tem sido o efeito do(s) acordo(s) ortográfico(s) na minha pessoa...simplesmente acho que nunca lá chegarei, só me apetece é chorar, se os Avózinhas chorassem era isso que faria desalmadamente. Bem sei que tentar não é conseguir, mas enfim, tenho essa mania/persistência de achar que empreender é um bom princípio de vida que nos deve acompanhar...bem como saber quando desistir.

 

A minha professora primária foi a única mulher (sem contar com a minha mãe) que  me bateu, apesar, continuei a gostar dela, não sou assim tão velho mas, outros tempos, e foi precisamente por erros de ortografia no ditado. Nada de grave e sucedeu apenas por uma vez, levei umas reguadas na mão e pronto, passou, as perturbações de que sofro não têm nada que ver com esse episódio. Atenção, que quando disse que gosto da minha professora primária não estava a ironizar, é mesmo verdade, estou-lhe grato.

 

O título de uma notícia, que ressalvava «Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico», anunciava o seguinte «espetadores do novo filme de Danny Boyle desmaiam em pleno visionamento» e foi a minha inspiração para hoje. Uma vontade louca de escrever e narrar o evento toma conta de mim, agarro na pena e...rapidamente a ponho de parte, as teclas cedem melhor à pressão dos dedos do que à da pena, nunca mais era Sábado:

 

«O evento era ansiado por uma sala cheia de espetadores ávidos por sensações e curiosos pelo que se iria suceder, logo logo a sala fica escura, apenas alguma luz toma conta do espaço e começa. Durante o alarde há espetadores mais sensíveis que não conseguem aguentar até ao fim, alguns acabam por perder os sentidos, não tanto pela duração mas mais pela intensidade do que acabam de experienciar. O momento alto terá sido quando protagonista ao ficar com o membro entalado, em desespero, terá decidido cortá-lo a sangue frio, e aí, por muito que se seja um espetador experiente, não há espetador que aguente.»

 

Para quem acha que o português de Portugal é uma língua sem graça, experimente ler o parágrafo anterior em português com sotaque brasileiro e verá que é como dizem na publicidade «não era a mesma coisa». Com ou sem (des)acordo ortográfico sinto-me um mero espetador no meio deste filme todo, com tanta ralação (gosto muito desta palavra) que já me ocupa o espírito ainda vêem confundir este pobre viajante do universo com estas coisas...oxalá durante a viajem nunca fique com nenhum membro entalado e muito menos que o tenha de cortar.

 

(Fonte: lux.iol.pt)

 

Inté


Eu tenho um nome bom para este novo acordo: pretobraleirogues. Para mim latim ou portugues arcaico e mais aceitavel que o vem por ai. Não consigo adaptar-me e se tiver q levar umas reguadas em idade adulta... que seja. Há uma primeira veza tudo.
perdida a 4 de Outubro de 2010 às 01:28

Pretobraleirogues...que palavrão. Queres apanhar queres...LOL
Avózinha a 5 de Outubro de 2010 às 19:17

Eu acho que o pessoal que anda na escola vai gostar deste novo acordo porque é muito prático. Eles andavam sempre a esquecer-se de umas letras que agora foram abolidas, nem vão dar pela falta.
Eu ainda não sei escrever à maneira "moderna" mas com a ajuda das revistas que já adoptaram o acordo ortográfico, creio que depressa lá chegarei. O que não significa que goste destas alterações!
Conceição a 4 de Outubro de 2010 às 18:08

Só por curiosidade, que revistas?

Nunca ouviste dizer que a curiosidade matou gato?

Pronto, como não resisto a uma pessoa curiosa, respondo: por exemplo a VISÃO já adoptou o novo acordo.
Conceição a 5 de Outubro de 2010 às 19:36

Você lê a revista visão? Impossível você só sabe ler revistas cor de rosa.... Essa revista é muita areia para a sua camioneta.
EDU a 6 de Outubro de 2010 às 16:47

Mas que descaramento!
Que insinuação é essa de eu só ler revistas cor-de-rosa? Pois aqui onde me vês, os meus próprios olhos já passaram por muita revista... Revistas, teatro, cinema, tudo....
Até leio comentários de blogs, alguns, diga-se de passagem, com pouco nível!....
A/O menina/o tenha mais respeito pelas minhas qualidades intelectuais...
Conceição a 8 de Outubro de 2010 às 22:06

Tem toda a razão você até lê muitas revistas sobre teatro, cinema é pena que essas revistas só dizem barbaridades..... ah ah ah
EDU a 9 de Outubro de 2010 às 19:39

Se os Avozinhas chorassem tinhamos que arranjar outra vez a arca de Noé!
mc a 4 de Outubro de 2010 às 18:11

Buuuuáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

NNãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaooooooooooooooo!

A arca ainda não está feita e não sei se o Freeman (aquele do filme) está disposto a fazer outra.
Aguenta mais uns tempos sem chorar. Pensa, por exemplo, na história do TGV, talvez te dê vontade de rir. :))
mc a 5 de Outubro de 2010 às 19:40

Se não o tivesse de pagar (TGV) até talvez ri-se...
Avózinha a 6 de Outubro de 2010 às 20:17

Eu ainda não li este texto mas só pelo título já reparei que é tudo mentira...... Primeiro só existe um avózinha no mundo e segundo se o avózinha chorasse , chorava com alguma piada para dizer.
EDU a 6 de Outubro de 2010 às 16:16

E ainda bem que é só um.

Claro, queres que seja só um Avozinha no mundo para ficares com o monopólio dos Avozinhas...
Espertinho, hem?!!!
mc a 8 de Outubro de 2010 às 22:19

Porque será que a tua professora da primária te bateu??? De certeza que não foi por dares um mero erro ortográfico, eu acho que a tua professora da primária te bateu porque tu te portavas mal e umas belas reguadas nunca fizeram mal a ninguém e muito menos a ti, eu até acho que a tua professora da primária te devia ter dado mais umas quantas, assim era da maneira que tu passavas logo a não gostar dela, enfim... Bem se eu visse esse filme dava me um ataque cardíaco ou morria de susto , nunca vi esse filme e espero nunca ver, e está descansado se quando fores fazer essa viagem ficares com algum membro entalado eu antes de te cortar primeiro dou te uma anestesia..... Não vais sentir nada.
EDU a 6 de Outubro de 2010 às 16:36

Se é com anestesia tudo bem, mas tu andas a pedir umas reguadas...sem anestesia.

Não deves me estar a confundir com alguém porque eu sou uma aluna de mérito e os professores vem logo que não mereço reguadas ao contrário de certas pessoas.
EDU a 6 de Outubro de 2010 às 20:58

Ai não que não me mereces reguadas!!!!
Até mereces mais....
Constou-me que usas um crachat com as palavras "I HATE SCHOOL"
Ah, se fosse no meu tempo...
mc a 8 de Outubro de 2010 às 22:12

A pessoa que me deu esse crachá devia ser uma pessoa muito malvada não é? E não, não mereço reguadas nenhumas só mereço beijinhos e abraços e muito mais.... XD
EDU a 9 de Outubro de 2010 às 19:35

pesquisar
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15
16

20
23

26
28
29
30

31


mais sobre mim
blogs SAPO