Avózinha (Sim, com acento...)

Maio 19 2010

Deambulando pela net e pela actualidade dou de caras com a notícia sobre um investigador norte-americano de seu nome Seymour Epstein (SE), estudioso e muito galardoado com prémios e distinções andou por cá pelo nosso pedaço de Ibéria a partilhar algum conhecimento que adquiriu. Entre muitas constatações uma destaca-se, pelo menos para mim, SE declarou que «A nossa espécie é louca» e se o homem estudou tanto e diz uma coisa destas, nem vamos contestar.

 

Pelo contrário, podem imaginar como me senti ao ler esta notícia, senti-me uma mente brilhante e igualmente um investigador que merecia ser agraciado com muitas distinções, poderei até dizer que sou muito mais merecedor que esse gringo que veio para cá pregar. É que bem vistas as coisas, o que ele disse já eu sei e afirmo faz muito tempo, agora não entendo é qual o motivo porque a mim ninguém me ouve...deve ser o eterno estigma nacional de ignorar o talento que cá temos, «a galinha do vizinho é sempre melhor que a minha».

 

«Todos os seres humanos possuem as duas mentes, uma comum a todas as espécies animais de nível superior, a experiencial-intuitiva, e outra racional, derivada das capacidades criadas pela linguagem»

 

Temos então um lado racional e outro «animal», se não temos deveríamos, porque faz falta. O «animal» vive do que experienciou e o racional ajuda-o a entender todas as emoções associadas, portanto, à boa maneira do nosso Presidente, deverá existir uma espécie de cooperação estratégica entre os dois, virada para a inclusão, ou seja, é bom que ambos saibam o que estão a fazer e comuniquem entre si, sem se excluírem...e não estou a fazer nenhuma analogia, mesmo, só aproveitei as palavras do homem de Boliqueime, mas sem estar a salivar pelos cantos da boca.

 

Assim, não vale a pena entrar em euforias porque temos um lado mais exuberante que outro, muito menos exultar o facto de ambos conviverem por debaixo da nossa Dura-máter, o que marca pontos mesmo é a comunicação entre os dois. Uma complicação do caraças, isso sim, porque ao que parece a verdadeira sabedoria está entre o equilíbrio que conseguimos gerir entre a nossa natureza individual  e a capacidade de aprendermos alguma coisa de interessante com a ajuda do racional.

 

Agora, já perceberam porque a nossa espécie é louca? Digam lá que o Avózinha não é um investigador ás sérias (digo isto e até fico todo arrepiado), o conflito interior leva-nos à loucura, cada um puxa para seu lado numa guerra de trincheiras...estou a falar de vocês claro, eu já atinei. Portanto, oiçam o que SE e eu andamos a dizer há séculos, resolvam a vossa vidinha, curem-se dessa loucura, atinem, e um dia poderão dizer que são como aqui este vosso amigo, nunca tão sensuais, mas enfim, também não queiram ter tudo.

 

(esta consulta foi grátis, as seguintes serão a pagar)

 

(Fonte: tvi24.iol.pt)

 

Inté

publicado por Avózinha às 09:38

Eu gosto muito de provétbios!
Este aplica-se que nem uma luva aqui ao Avozinha:
"PRESUNÇÃO E ÁGUA BENTA, CADA UM TOMA A QUE QUER"

("Agua benta? Ainda haverá disto? LOL)
Conceição a 19 de Maio de 2010 às 15:32

pesquisar
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

16
17
18
21

23
24
28
29



mais sobre mim
blogs SAPO