Avózinha (Sim, com acento...)

Janeiro 11 2010

Para os mais descrentes, estou aqui hoje para assinalar que afinal o paraíso existe, existe sim senhor, e não faz muito tempo, não foi obra do divino mas sim dos chineses, não se chama «Éden» mas sim Shijiazhuang, nome da cidade onde foi construído. Seria mais fácil se o nome fosse mais  simples mas na China não é de esperar outra coisa, este novo espaço fica no centro comercial de Wanxiang Tiancheng e não pensem que objectivo do texto de hoje é apenas vos martirizar com nomes para nós difíceis de pronunciar...ou não fosse o motivo da minha existência, única e exclusivamente ser um vosso servo.

 

É óbvio que  já perceberam do que estou a falar, de um parque de estacionamento para uso exclusivo do sexo feminino, com lugares um metro mais largos que o normal e sinalização proeminentemente mais colorida. Não percebi pela notícia se o  dito espaço é desprovido de pilares, mas, minhas amigas que estais desse lado, o «Éden» também não era perfeito, apesar de ser criação divina o fruto proibido por lá andava para tentar o casalinho de nudistas, e eles caíram mesmo na tentação...olha se caíram, também eu teria feito o mesmo.

 

Como é sabido a sorte de uns por vezes é a desgraça de outros, se os parques de estacionamento circundantes ficaram mais livres daqueles pequenos sinistros e as seguradoras a ganhar, por aquelas bandas a profissão de bate-chapa deve andar pelas ruas da amargura. Prevê-se que o desemprego resultante desta iniciativa seja acompanhado com mais umas lojas e restaurantes chineses, quiçá num sítio perto de  si.

 

Atenção, não fui eu que disse que elas têm «uma percepção forte relativamente às cores» e uma «avaliação diferente no que respeita à distância» e por isso «os lugares são um metro mais largos do que o normal», podia ter sido eu a dizer mas foram eles, eu só estou a relatar. Aliás, estou indignadíssimo com esta atitude discriminatória perpetrada (sempre quis escrever esta palavra no Avózinha e finalmente o assunto possibilitou este emotivo momento) pela gerência do espaço comercial.

 

Só falta começarem a gozar se a partir de agora alguma condutora proporcionar algum «acidente» ou não conseguir estacionar num daqueles maxi-lugares de parqueamento. Estou convencido que nada disto era necessário e que esta atitude apenas visa inferiorizar as mulheres chinesas e gastar dinheiro desnecessariamente (como se não bastassem as piadas sobre elas a descer os corrimões) bastava mudar a sinalização, é que aquilo em chinês não há quem entenda...nem elas.

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:37

pesquisar
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13
15
16

20
22
23

25
29
30



mais sobre mim
blogs SAPO