Avózinha (Sim, com acento...)

Dezembro 07 2009

Nasceu a 10 de Setembro de 1893 e o feito maior, na minha humilde opinião, é ter alcançado esta idade num país como o nosso, estou convicto de que seria de uma família unida e solidária que soube tomar conta dela e por tal nunca necessitou de apoio da Segurança Social. De outra forma duvido que tivesse atingido tal idade.

 

Caramba! Não consigo imaginar o que será ter 115 anos, nem de perto nem de longe, mas uma senhora de seu nome Maria de Jesus que vivia numa aldeia perto de Tomar chamada Coruje sabia muito bem. Esta mulher, com o mesmo nome que tinha a minha querida Avó alcançou a extraordinária idade de 115 anos e mais alguns dias.

 

Definitivamente não quero alcançar essa longevidade mas não recuso fazer o exercício de tentar imaginar o que poderá constituir tamanha experiência de vida. Pensem só no que viu e viveu ao longo de todas estas décadas, nasceu no século XIX com a monarquia, até ao presente século XXI nesta Republica das bananas e de bananas.

 

À parte desta triste constatação de viver tantos anos para estar envolta na dura realidade que atravessamos neste pedaço da Ibéria, a sabedoria de alguém como Maria de Jesus deveria ser algo de ímpar, esqueçam os livros, os telemóveis, a globalização, o subprime, a economia de mercado tanto em voga, o saber de que vos falo é o da vida, da vivência, da experimentação, o de ter a capacidade de se ir adaptando aos tempos modernos.

 

De ver a sociedade a reinventar-se, das carroças aos carros, a televisão, as bestas que cruzam os ares encurtando distâncias, são tantas as coisas (im)possíveis de imaginar. Pena ter falecido sem nunca poder ter visto um Governo digno desse nome, estou convencido que se “aguentou” tanto tempo na esperança de conseguir constatar algo de melhor, vamos ver se eu consigo, ainda sou novo...mas ela também o foi um dia.

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:29

Aconselho este blog, comentem

http://pensamentosinloco.blogspot.com
Oásis a 8 de Dezembro de 2009 às 01:16

115 anos e ainda por cima mais alguns dias!!!!....
È muito ano! Sempre achei engraçado o meu avô ter nascido no ano de 1888. Era interessante pensar que ele tinha nascido no século XIX e foi até ao século XX. Afinal de contas também eu nasci num século e passei para outro!
Isto é tudo uma questão de números. E as contagens fomos nos que as inventámos. E quando pensamos que até nas contagens os Homens não se entendem....
Uns celebram o ano novo numa data, outros preferem outra. O Natal divide a opinião de imensa gente. Enfim...
mc a 8 de Dezembro de 2009 às 19:21

115 anos!!!

Já dizia o meu avô:

"É nas panelas velhas que se faz a melhor sopa!"

Não se arranja o MSN dela?
MOTARD DESVAIRADO a 9 de Dezembro de 2009 às 18:51

pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
18
19

23
24
25
26

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO