Avózinha (Sim, com acento...)

Outubro 07 2009

Ora cá estamos nós, mais um dia em que o Avózinha cumpre o seu dever de espaço de Utilidade Pública, uma espécie de manifestação da sociedade civil no seu melhor...ou pior, cada um de voz lá terá a sua opinião, e bem guardada, porque a maioria nem um comentáriozito deixa. O assunto de hoje envolve Harry Potter, J. K. Rowling e Administração George W. Donkey Bush da qual todos nós sentimos muitas saudades, nós, refiro-me ao mundo inteiro e arredores.

Está-se mesmo a ver a relação que este triângulo maravilha tem entre si, claro que não no sentido de Bush Jr poder ser um  dos personagens da saga, embora não sendo um admirador confesso das histórias (não li nenhum dos livros e só vi algumas das sequelas em filme) não me lembro de lá entrar um burro, isso é no Shrek, e desse é fácil gostar, mas adiante. Na minha opinião ambos fazem/fizeram «coisas» difíceis de acreditar, infelizmente um é obra de ficção e o outro antes fosse, julgo que facilmente saberão quem é quem de que estou a falar.

A Medalha Presidencial da Liberdade é nos EUA uma condecoração que reconhece as contribuições para o interesse nacional, a paz no mundo e a acção cultural, e que como seria de esperar, foi negada a J. K. Rowling devido a vários membros da então Administração Bush acharem que a obra literária é uma exaltação a práticas de feitiçaria. Poderá ser (in)discutível atribuição da distinção, no sentido de que as pessoas poderão ter a sua opinião, mas fazer da autora alguém pior que «Darth Vader» a convidar a malta para o lado negro da força...ela não é assim tão feia.

De qualquer forma e pelo sim pelo não, vou continuar atento, o pessoal que trata da limpeza aqui no prédio estão debaixo da minha vigilância apertada, apesar da ausência de verruga no nariz, andarem de «vassoura na mão» é um bocado suspeito. Digo isto, porque em miúdo (e já aqui partilhei isso convosco) tinha a mania de ir para a rua brincar aos cowboys (não como em Brokeback Mountain) sempre que terminava na televisão um daqueles westerns à Jonh Wayne.

Bush Jr não se deixa levar, e como eu o compreendo, hoje em dia as pessoas são muito facilmente impressionáveis e influenciáveis (irra, que palavrões se juntaram aqui) obrigando-nos a redobrar a atenção, sem ilibar ninguém, mesmo que pareça inofensivo. Temos de estar atentos não vá por aí aparecer um “louco” que convença os líderes mais influenciáveis e impressionáveis (outra vez os palavrões) a invadir um país, e nem é preciso bruxaria, basta forjar provas. É que as pessoas são mesmo assim, não podem ver certos exemplos.

(Que livros terá lido o Donkey?)

Inté

publicado por Avózinha às 23:13

pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
16
17

19
20
24

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO