Avózinha (Sim, com acento...)

Outubro 05 2009

MAOMÉ: Fofinha, vem até mim.
MONTANHA: Como?
MAOMÉ: Oh! Vá lá, tu percebeste...ouviste muito bem.
MONTANHA: Olha! Vem cá tu.
MAOMÉ: Vem lá, eu disse primeiro.
MONTANHA: E depois, se queres estar comigo, esforça-te.
MAOMÉ: Bolas, em querendo és pior que um monte de calhaus.
MONTANHA: Pois, primeiro fofinha, depois já sou um monte de calhaus.
MAOMÉ: Era uma força de expressão, porque não vens (?)....
MONTANHA: Não dizes que a fé pode mover montanhas? Quero ver isso.
MAOMÉ: Tu quando queres...consegues ser bem irritante.
MONTANHA: Temos pena, tu se quisesses também podias ser um querido.
MAOMÉ: Não me obrigues a...
MONTANHA: A quê? Vá lá, diz!
MAOMÉ: Sabes, eu tenho conhecimentos, o Criador do Universo...
MONTANHA: Óooh pronto, já cá faltava!
MAOMÉ: Faltava o quê?
MONTANHA: Pois! Não me deixam brincar, vou a correr a chamar o Paizinho.
MAOMÉ: (suspiro)
MONTANHA: Suspira à vontade, daqui não me tiras.
MAOMÉ: Já percebi, e já percebi porque te fez ele uma montanha.
MONTANHA: O que queres dizer com isso?
MAOMÉ: Nada.
MONTANHA: Nada não, agora vais ter de explicar.
MAOMÉ: (suspiro)
MONTANHA: Ainda por cima está a suspirar, tadinho, porque não chamas o Paizinho.
MAOMÉ: Pronto, já desisti, não percebeste!?
MONTANHA: Ai agora já não queres...julgas que sou algum brinquedo?
MAOMÉ: Mãezinha do céu!
MONTANHA: Chama pela Mãezinha também, não passas de um mimado.
MAOMÉ: Ok, desculpa ter perturbado a tua vidinha agitada de montanha.
MONTANHA: Tens mesmo graça, o que queres dizer com mais essa piada?
MAOMÉ: Nada, já te podes calar.
MONTANHA: Mas quem pensas tu que és para me mandares calar.
MAOMÉ: Não sou ninguém.
MONTANHA: Isso já sabíamos, falo até quando me apetecer.
MAOMÉ: Faz como achares melhor.
MONTANHA: Pois faço, era agora o Sr. Maomé que iria mandar em mim.
MAOMÉ: (...)
MONTANHA: Ficaste caladinho!? Bem sabes que estou com a razão do meu lado.
MAOMÉ: Caramba, não é justo...
MONTANHA: A vida é mesmo assim, queixa-te ao criador...
MAOMÉ: (suspiro)

Inté

publicado por Avózinha às 20:19

LOL Tu está imparável. Muito bom.

Jocas Gordas ;o)
perdida_nos a 5 de Outubro de 2009 às 21:57

Podemos trocar o nome das personagens e este diálogo é bem frequente na vida real.
mc a 8 de Outubro de 2009 às 23:17

PÁREM LÁ COM ESSA CONVERSA Ó CASMURROS!
aNDEI EU A ESTAFAR-ME PARA CRIAR O UNIVERSO E POVOÁ-LO E SAIEM-ME ESTAS AVENTESMAS!
sE EU SOUBESSE O QUE SEI HOJE TINHA CRIADO SÓ ANIMAIS E FICAVA LIVRE DESTES DIÁLOGOS...
Criador a 8 de Outubro de 2009 às 23:21

Olha o que te havia de passar pela cabeça! Andares aí armado em reporter X a gravar conversas passadas!
Toda a gente sabe que se o Maomé não vai à Montanha, vai a Montanha ao Maomé, então a tua história está incompleta e queremos ouvir o resto.
Ou não gravaste o resto?
Que reporter da treta!
Conceição a 8 de Outubro de 2009 às 23:27

Gravar? Mais uma com a paranóia das escutas tssst tsssst...
Avózinha a 11 de Outubro de 2009 às 22:50

Com essa confusão toda, já nem me lembro como é o provérbio ;)
margarida a 11 de Outubro de 2009 às 22:38

o provérbio é «se o Maomé não te dá ouvidos, queixa-te à montanha» LOL
Avózinha a 11 de Outubro de 2009 às 22:53

pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
16
17

19
20
24

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO