Avózinha (Sim, com acento...)

Setembro 27 2009

Vocês nem imaginam, estou com o aparelho de medir a tensão colocado no braço a  monitorizar-me constantemente enquanto escrevo estas palavras, tal é a excitação que me causa o assunto de hoje. É que  um destes dias está prestes a começar mais uma edição do programa «Ídolos» que espero muito sinceramente seja tão espectacular e emocionante como as anteriores temporadas que não vi.

Pois é meus caros amigos, programas destes são pão para a boca do Avózinha que se alimenta da má programação, ou melhor, do tempo que não se gasta a ver este género de entretenimento, sobra assim mais vagar (mais uma palavra que gosto) para ir soltando umas palavritas neste espaço. Mas calma, não façam o mesmo que ao «Jornal Nacional» da TVI, lá porque não presta (corrijo, eu não gosto) não é preciso fechar a torneira, senão não há programação que resista.

Bem sei que (não) estou a exagerar, é claro que há muito boa programação na TV, eu é que não a vejo porque quando está a passar estou a fazer outra coisa qualquer,  são manias minhas, desde a escola primária que tenho problemas de concentração, como se diz agora, na altura diziam que eu era burro e que nem para tóxicodepente tinha capacidade. Existem tantos bons programas na televisão que com a sobrecarga de informação no meu cérebro, não me lembro de nenhum, tipo muita gente a querer passar numa porta, todos ao mesmo tempo.

Vai ser com muito esforço que não vou ver mais esta série de verdadeira caça ao talento, e pensando bem assemelha-se mesmo à caça, há dias que não aparece nada de jeito, outros, é só tiros ao lado, e assim é preciso ter estofo e perseverança para aguentar. Mas fora isso, é só esperar que no meio de tanto nada, apareça alguma coisa digna de registo, haja paciência.

Resumindo, o programa «Ídolos» deve ter um “épisódio” que vale a pena ver, tipo a final ou algo do estilo, até lá chegar, é penar e aguentar a ausência de dom dos «desgraçados» que preenchem à borla tempo de antena, não sei se lhes hei-de chamar mão de obra barata ou voluntariado. Aqui o Avózinha não tem pachorra, e “rir de alguém”, só se tiver talento para me fazer rir, ou entre amigos...rir de figuras tristes não faz o meu género.

Inté

publicado por Avózinha às 23:26

Eu sou a favor do BIG BROTHER

Jocas Gordas como eu ;)
perdida_nos a 28 de Setembro de 2009 às 21:02

Nunca se sabe, pode ser que dali saia uma Sara Tavares!
Só que até chegar lá....
mc a 1 de Outubro de 2009 às 23:57

Não são problemas de concentração...é hiperactividade com défice de atenção...percebeu a diferença Vóvó??? Sim???...Hummm...eu acho que davas um excelente toxidependente...já viste bem as coisas que escreves??És um lunático...agora a "cascar" nesse programa maravilha que vai bater um record de audiencias...tsssss...só visto...

:))))))))) Beijocas lindo!
indiavera a 5 de Outubro de 2009 às 13:24

Eu sei que dava, mas venho de uma família pobre e nunca tive fundos para iniciar uma carreira de toxicodependente.
Avózinha a 5 de Outubro de 2009 às 17:26

pesquisar
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

15
18
19

21
25
26

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO