Avózinha (Sim, com acento...)

Agosto 20 2009

 

Se o nome da pessoa no título (sim, é um nome de uma pessoa) não vos diz nada talvez «Lockerbie» diga, aqui o Avózinha lembra-se bem. Lockerbie é uma cidade na Escócia onde em 21 de Dezembro de 1988 se despenhou um avião devido a um atentado terrorista, matando 270 pessoas. Matando não é bem o termo, estas pessoas foram assassinadas por este nosso amigo Abdel Raio-que-o-parta (é a tradução para português).

 

Abdel, um simpático Líbio de 57 anos que gosta de explodir aviões e matar pessoas inocentes foi condenado a prisão perpétua e se lhe quiserem mandar correspondência devem fazê-lo para a prisão Greenock, na Escócia. O azar deste homem é não ter cometido o atentado cá, pois em vez de apanhar uma sentença para a vida, teria que cumprir no máximo uma pena de 25 anos, isto se não tivesse ainda a ser julgado e a aguardar em prisão domiciliária, com uma pulseirinha. Fosse como fosse, ao fim de metade da pena sairia por bom comportamento.

 

Mas ao que parece não lhe falta muito para ir ter com as 70 virgens, como os *** têm sempre sorte, o homem está em fase terminal com cancro na próstata. Não me enganei, disse sorte, um gajo destes era para estar vivo até aos 200 anos e assim pagar na prisão, porque a morte é uma libertação...com ou sem virgens.

 

Os seus advogados já efectuaram vários pedidos de libertação alegando razões humanitárias, que foram recusados, existindo agora rumores que o ministro da Justiça escocês esteja a preparar a extradição com o governo do país de origem do recluso. Sendo eu um ser confuso por natureza, ainda fiquei mais, pensava eu que tudo que fosse destinado ao «humanitário» estaria relacionado com seres humanos, ora Abdel é tudo menos isso.

 

Pois é meu caro Abdel, não há causa  que  justifique rebentar com aviões e assassinar gente inocente, na minha opinião mereces um enterro com dignidade, mas se fosse eu a mandar, seres extraditado para o teu país seria algo que nunca aconteceria nem depois de morreres, por mim serias sepultado em Lockerbie, exactamente no sítio onde o avião se despenhou.

 

Inté

publicado por Avózinha às 22:30

Pois ... as causas humanitárias e os direitos humanos têm destas ironias. Eu sou a favor dos direitos humanos, mas das crianças e de todos os seres humanos inocentes que se vêm de alguma forma privados de usufruir com dignidade a sua condição humana. Agora quando falamos de seres que não têm respeito nenhum por ninguém sublinho e até faria pior. Por acaso as vitimas dessa barbaridade tiveram direito a alguma causa humanitária???? E respectivas famílias????

Pois é...

Jocas gordas como eu ;o)
perdida_nos a 21 de Agosto de 2009 às 09:16

pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
14
15

16
21

24
26
28
29

31


mais sobre mim
blogs SAPO