Avózinha (Sim, com acento...)

Agosto 12 2009

«O Portal para transparência nas obras públicas foi adjudicado à Microsoft sem concurso pelo valor de 268.800 euros, o Instituto da Construção e Imobiliário (organismo público) entregou o desenvolvimento e já há derrapagens.»
Hein! Sim senhor...do que é vocês estão a rir!? Então isto não é transparente!!?? É preciso eu dizer mais alguma coisa? Eu cá fiquei esclarecido, mais transparente que isto só desfiles de moda.

 

Schumacher iria receber 3,2 milhões por prova, ou seja, enquanto Filipe Massa não puder competir, quem ficaria com a “Massa” seria o alemão. Isto hoje está muito transparente, os treinos são 6ª e Sábado e a prova é no Domingo, portanto, um milhão de euros (+-) por cada dia de trabalho. Será que este negócio foi como o de cima (por ajuste directo) ou também houve concurso público. Mas enfim, o homem parece que afinal já não vai, lá terá de continuar na bancarrota...será que ainda tem dinheiro para pagar a prestação da casa?

 

«Uma mulher vai ser indemnizada porque o marido ficou impotente num acidente de viação. A decisão foi tomada em Maio pelo Supremo Tribunal de Justiça português, que condenou a seguradora do responsável pelo acidente ao pagamento de 50 mil euros»
Mais um ajuste directo, canto directo, ou o que queiram chamar. Eu acho que a tesão (não resisti ao vernáculo) está subvalorizada, mas pronto, se acham que só vale aquilo, quem sou eu. Fiquei foi confuso, julguei que a perda era do pobre homem, mas quem recebeu a indemnização foi ela, bom, mas talvez seja para ela gastar em pilhas. Não percebi nada disto.

 

«Portugal quer conservar apoios na produção de bananas...Taxas de importação no centro das preocupações»
Isto (Portugal) ás vezes pode parecer uma República das Bananas, mas não é, pois claro que não, e o que não falta para aí são bananas. Se é para conservar os apoios tudo bem, para aumentar não contem comigo, não creio que o país suporte mais produção de bananas...podíamos era exportar o excedente e dar a conhecer ao mundo um dos bons produtos que por cá medra. Agora vir bananas de fora não, nem pensar.

 

Para terminar, só uma reivindicaçãozinha, quero um(a) candidato(a) à minha autarquia que esteja, no mínimo, indiciado(a) de algum crime...se já tiver nota de culpa, melhor ainda. As desigualdades têm de terminar, é ver gente de outros municípios toda feliz e orgulhosa do seu representante à câmara e um gajo aqui nada. Acabam os mandatos e do que é que o povo vai falar, da obra feita, qual obra feita?

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:08

Opá!!!! É preciso ter uma lata. Só por causa da tesºao acho que ele deveria pedir uma indemnização (para resposta) por cada dor de cabeça que ele teve casa vez que estava com a tesão e ela não. Ora que isto hein!!!!!!!!!!!!
perdida_nos a 13 de Agosto de 2009 às 23:30

É assim, uma desgraça nunca vem só. Livra!
Avózinha a 13 de Agosto de 2009 às 23:39

Que conversa anda aqui ...

Nem sei que o fazer com tanta tesão... :o|

Mas acho que o gajo do tesão não perdeu exactamente o tesão pelo que li, ficou impotente devido a castração no acidente não por falta de tesão (para resumir não tinha aquilo necessário ao tesão). Mas fiquei a pensar... será que quando se perde a pila podemos obter tesões fantasmas? Como aqueles que perdem outro tipo de membro e às vezes sentem dores ou comichões? Não que isto fosse de grande consolo para a cara-metade...

Claro que há derrapagens em orçamentos com a Microsoft, 3/4 do valor devem ir para fix de bugs e patches! Eu sei! Muthafuckas!
MOTARD DESVAIRADO a 14 de Agosto de 2009 às 11:27

pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
14
15

16
21

24
26
28
29

31


mais sobre mim
blogs SAPO