Avózinha (Sim, com acento...)

Novembro 05 2008

Esta sabedoria não se paga nem se ensina em nenhuma escola, é gratuíta, por isso há que saber aproveitar escutar e apender alguma coisita se estivermos para aí virados.

 

A vida pode ser muito dura e nem sempre nos abre fácilmente a porta, que o diga Maria Cerqueira até aos dias de hoje desconhecida por mim, mas familiar a todos na terra onde vive, é conhecida por Maria Coveira. Esta mulher de 68 primaveras, como o nome indica, é coveira em Merufe (não sei onde fica) á 55 anos e tem a importante missão de abrir literalmente o caminho a muita gente para a ultima morada.

 

Numa era em que todos procuramos “vida fácil” e nem tudo são rosas, julgo que ninguém sonha passar os anos a lidar com os mortos, ambicionamos ter uma profissão bonita onde tudo é côr e cheio de flores perfumadas. Num cemitério não falta nada disso mas concerteza que de uma forma bem diferente da imaginada.

 

Diz ela:
«Eu tenho coragem para tudo, os mortos nunca fizeram mal a ninguém. Os vivos sim, os vivos às vezes são levados do diabo»
«A algumas pessoas, até as enterrava vivas, se pudesse»
«Enquanto for eu a enterrar os outros, é bom sinal. O pior vai ser quando forem outros a enterrarem-me a mim»

(excertos da entrevista  retirados do Portugal Diário)

 

A sua própria história e o que diz de forma espontânea faz-me reflectir, e na minha opinião não podia ser mais verdade, embora como sempre o encare com espírito crítico e não me revejo a 100%.

 

Nunca devemos esquecer as coisas terrenas e a importância ou irrelevância que cada coisa deve ter. Todos temos o nosso papel nesta aldeia global e ninguém se julgue mais importante que ninguém.

 

Inté

publicado por Avózinha às 22:07

Não é que querira ser mais do que os outros, mas eu é que sou o Presidente da Junta!
Pedro Silva a 7 de Novembro de 2008 às 22:13

Para quem não sabe, Merufe é a maior freguesia do concelho de Monção - Braga...
Susana a 9 de Novembro de 2009 às 15:16

Obrigado Susana. Por acaso, só por acaso, não sabia que Monção pertencia ao Distrito de Braga!

Não sabes ver que, quis dizer que fez o comentário de Braga, e não afirmar que a freguesia é petencente àquele concelho,
lm a 20 de Outubro de 2011 às 23:18

Por acaso é a freguesia da minha naturalidade, lugar de Bouças,a maior em área geográfica,de Paçô do Monte a Longos Vales, e de Tangil aos Anhões é bem capaz de ser maior que 3 ou 4 de algumas outras freguesias do concelho juntas, uma das que reune condições para se manter, com a falada reorganização administrativa.
Cobardolas a 20 de Outubro de 2011 às 23:28

Sempre a aprender.
Avózinha a 9 de Novembro de 2009 às 23:27

pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

20
22

28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO