Avózinha (Sim, com acento...)

Novembro 04 2008

Pelo título devem estar a julgar que vou falar do aquecimento global e das mudanças climáticas que o planeta está a sofrer, mas não, esse assunto é muito sério e desta vez deixo para quem sabe.

 

Tenho saudades do tempo (como estou velho!) que em certas alturas dizíamos ou ouvía-se dizer “está a chegar o inverno” ou “este tempo é mesmo Outono” ou ainda “está um calor...é verão! está no tempo dele” e por aí. Agora as condições climatéricas parece que não são mais que um livro de instruções de um microondas onde temos de ser avisados para não o usar para secar o animal de estimação. Dá a ideia que cada vez mais necessitamos de ter alguém a tomar conta de nós e vivermos em função das instruções que vamos recebendo.

 

Esqueçam as estações do ano, agora o que vale são os alertas, ora alerta amarelo para ali, alerta vermelho para acolá, proteção civil aconselha isto, aconselha aquilo. Os reporters ás vezes até parecem a minha mãe...”se pensa em sair á rua amanhã não se esqueça de ir bem agasalhado e faça-se acompanhar de um guarda chuva...”.

 

O vento já não é vento, são rajadas de não sei quantos quilómetros hora. A chuva foi banida, agora passou a “quilometros” cúbicos de precipitação. O calor, esse então...foi promovido a vaga de calor, e prestem atenção, «a proteção civil aconselha a beber muitos líquidos para evitar a desidratação e a permanecerem em lugares mais frescos durante os períodos de calor intenso».

 

É pá, estão a gozar comigo!? Querem me matar do coração? Com isto tudo até ando angustiado, com medo de sair de casa, e só saio depois de ouvir a previsão, não vá uma rajada de não sei o quê me apanhar desprevenido, ando na rua feito gaulês com medo que o céu me caia em cima da cabeça.

 

Por vezes tenho a sensação que esta forma de apresentar a metereologia está correcta, é até serviço público, mas depois penso no número de vezes que me deixaram em pânico com ataques de histerismo e alguns desmaios pelo meio, e as vezes que efectivamente houve temporal ou outa coisa qualquer...e claro, concluo que estes senhores estão é ao serviço das marcas de ar condicionado, de roupa e etc e tal. Só pode!

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:04

Pronto, o que eu temia tornou-se realidade!
O que aconteceu?
Depois de meia dúzia de textos, o criador deste blog ficou sem assunto. È verdade.
Senão reparem: de que falamos quando não temos mais assunto? Do tempo, pois claro!
Foi o que aconteceu certamente. Na falta de tema, de que haveria de falar? do tempo.
Espero que esta conclusão não se torne realidade porque ja andava a poupar em jornais e revistas...

EHEH EH
mc a 5 de Novembro de 2008 às 15:00

Mas lá que está bem escrito e cheio de razão, lá isso está!
mc. a 5 de Novembro de 2008 às 15:02

pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

20
22

28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO