Avózinha (Sim, com acento...)

Junho 15 2009

Quando aqui escrevi sobre o meu lado feminino estava longe de imaginar que seria o mais participado de todos os textos publicados até agora (pelo menos ao nível dos comentários) o que significa que ou o meu lado feminino desperta grande interesse (e a maioria dos comentários foi de gajas) ou então vocês precisam de rever o que vos desperta a atenção. A partir dessa data passei a preocupar-me mais com vocês do que propriamente comigo, até porque eu já sou um caso perdido e vós ainda tendes salvação...ou se calhar não.

 

Aquando dessa revelação que fiz acerca do “meu lado feminino” tinha pensado numa outra ocasião falar sobre o meu lado masculino ou o que o desperta, claro que não pretenderia revelar tudo mas como sempre partilhar alguma coisa convosco. O problema é que fiquei deveras intimidado, assustado mesmo, a insegurança que se apoderou de mim ao imaginar o trauma que poderá ser se por acaso o meu lado masculino desperte menos atenção do que o feminino.

 

Correr riscos é comigo mesmo mas, desta vez não sei não, o melhor é estar sossegado, o raciocínio é simples (para eu lá chegar só pode ser simples) é que se o meu lado feminino atraiu gajas o masculino pode atrair...gajos. Ora, não é por nada, mas estou fora, não se trata de discriminação mas sim de preferência, homens, definitivamente não fazem o meu género.

 

Gosto sim de mulheres, mulheres inteligentes exercem sobre mim um maior fascínio e definitivamente esta é uma das características que me seduz no sexo feminino. Provavelmente estarão a pensar «mas então ele acha que nem todas são?» e eu direi «são todas inteligentes na mesma proporção que os homens» será porventura uma saída diplomática mas quem sou eu para medir a inteligência das pessoas. Com tudo o que já disse sobre me sentir atraído por mulheres inteligentes, bem podem ver a enrascada em que estou metido, como sempre, aliás às vezes até parece que não sei fazer outra coisa.

 

Esta minha “preferência” é como comprar um escadote para  apanhar morangos, não se conjuga. A principio julguei presunçosamente que não haveria mulheres inteligentes, mais tarde concluí de forma absurda que simplesmente poder-se-ia dar o caso de não conhecer nenhuma, só então me apercebi que pelo facto de serem inteligentes topam-me à distância, como tal continuo no alto do escadote a tentar apanhar morangos.
 
Inté

publicado por Avózinha às 23:07

Mulheres inteligentes, hem?
Gostam de mulheres inteligentes e quando vêm uma olham para as pernas, para o corpo, enfim, para tudo e nem se preocupam em ouvi.las falar!
Devem medir a inteligência pela aparencia!
Ai avozinha tu andas mesmo à procura da tua identidade!
Mas fiquei bastante curiosa com o teu lado masculino, afinal de contas só andamos a conhecer o teu lado feminino!!!!!
mc a 16 de Junho de 2009 às 22:14

Olhar é apreciar, o que é diferente.
Por acaso ando à procura da minha identidade, ando. Porquê, viu-a? Ai se a apanho...
Avózinha a 16 de Junho de 2009 às 23:30

Sabes que mais?

O que tu queres sei eu!!!..........

LOOOOOOOOOOL
mc a 18 de Junho de 2009 às 22:01

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



pesquisar
 
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

19
20

26
27



mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO