Avózinha (Sim, com acento...)

Maio 17 2009

Na Polónia além de haver Polacos e Polacas também existe um elefante chamado Niño que vive no Zoo da cidade de Poznan e além de andar sempre de trombas não gosta de elefantas. Já uma vez falei aqui na bonita história de um casal homossexual de pinguins num Zoo na China e agora está a dar também nos elefantes (não é só na malta da televisão), «Niño o elefante paneleiriño».

 

Lá como cá os políticos gostam de se ocupar de coisas “sem interesse governativo” e a ala mais conservadora já veio mostrar a sua indignação por esta espécie de elefante libelinha estar a ser sustentado com dinheiros públicos «os polacos não pagam para manter um elefante gay» além do mais Niño é um obstáculo à manutenção da espécie pois as cegonhas só carregam meninos, os elefantinhos são muito pesados.

 

A comunidade gay lá do sítio já começou a manifestar-se e a soltar a franga em sinal de desagrado «Queremos que Niño seja aceite como é e que fique em Poznan» como tal está em marcha um festival em defesa da liberdade sexual  com várias actividades lúdicas, e vai ser mesmo um festival, com estes intervenientes normalmente é. Parece que já estou a ver concursos de todo o tipo e quem ganhar tem direito a uma voltinha de tromba...uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuhhh estou doida doida!

 

Resta saber o que as elefantas pensam disto tudo ao serem agressivamente rejeitadas por este «El niño», algumas dirão com certeza «que desperdício de tromba!!» outras «em falta de melhor terei de brincar sozinha com a minha tromba». De trombas devem andar os elefantes machos heterossexuais incomodados pela presença de Niño, outros, esses, tentam ver o lado positivo e estarão muito satisfeitos pela diminuição da concorrência face às fêmeas.

 

Eu estou curioso, já se sabe que estas coisas mais tarde ou mais cedo acabam por dar à nossa Ocidental praia Lusitana, resta saber qual vai ser a espécie a evidenciar-se. Espero que não dê no Lince Ibérico (se calhar foi o que verdadeiramente aconteceu) pois seria a machadada final das esperanças na manutenção da espécie. Quem sabe  qual será a contemplada. Aceitam-se apostas!

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:50

Bem, para começar, vou explicar que o elefante sempre foi o meu animal preferido. Qual cão, qual gatinho, qual tartaruga, para mim, o elefante sempre foi lindo e não me importava de ter um no quintal. (Isto se tivesse quintal, óbviamente.)
Seria pela tromba?
Seria pela memória?
Seria pelo volume ocupado, um bocado semelhante ao meu?
Não sei!
Ora tendo eu esta admiração e carinho por esses animaizinhos fofos não gosto dessa notícia e repudio essa opinião lá dos cidadãos desse ZOO.
Como tenho adquirido muita experiência em manifestações nos últimos tempos, desde já me disponibilizo para ir em defesa desse simpático bichinho.
Conceição a 18 de Maio de 2009 às 16:25

Bichinho não, bichinha.
Avózinha a 18 de Maio de 2009 às 23:48

pesquisar
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15
16

22
23

24
29



mais sobre mim
blogs SAPO