Avózinha (Sim, com acento...)

Maio 06 2009

Se há coisa que nunca pensei vir a desejar ser, essa é, um porco, se bem que já mo chamaram em várias ocasiões e várias vezes, tipo «és um porco» ou «seu porco» o que dadas as circunstâncias nunca consegui evitar nem esconder um certo sorriso de satisfação. Mas desta vez o caso não é para sorrir e esta gripe dos porcos não está disposta a brincadeiras.

 

O motivo que me leva a esta aspiração que acabei de revelar é óbvio, nos suínos o vírus não representa ameaça (ou representa?), razão pela qual, segundo as más línguas, a classe política e dirigentes de clubes de futebol também está a salvo da ameaça. Não sei muito bem o significado do que acabei de dizer, vou fazer de conta que sou muito burro, se bem que com isto tudo dava mais jeito ser um porco.

 

Sim um porco, ainda por cima segundo consta, estes têm um orgasmo prolongado o que só por si já seria um bom motivo para ser um. Orgasmo(s) é o que parece que anda a ter a comunicação social com todo este perigo eminente de pandemia, uma espécie de «porcomania». Mas já se sabe, pandemia, pedofilia, crise monetária, incêndios florestais (mas só de grande proporção) acidentes de viação (igualmente de grande proporção) ou outras catástrofes é tudo assunto que faz manchar a cuequinha de qualquer bom jornalista (independentemente do sexo).

 

A culpa é do governo, primeiro deixou entrar a crise, agora deixa entrar a gripe e isto é uma rebaldaria que não se pode. Por falar em entrar, ainda antes desta “porcaria” (passe o trocadilho) eclodir mandaram-me por e-mail um vídeo de uma moça na malandrice com um porco, eu na altura nem liguei, acho que no amor não existem credos nem raças, mas agora pensando bem e depois de ter rebentado este surto é que estou bem a ver o perigo que a rapariga estava a correr...se me estás a “ouvir” «tu vai fazer análises».

 

Inté

publicado por Avózinha às 21:49

Oinc oinc
perdida_nos a 6 de Maio de 2009 às 22:02

Que PORCARIA de conversa!

Eu estou a ficar é com medo de respirar e apanhar um vírus que ande por aí sem porco, quer dizer, sem dono!

Hoje, no metro, em Lisboa City, vi duas chinesas com máscara. Aquilo é q são mulheres prevenidas. Se calhar pensavam que tinham chegado ao México !
Os passageiros do metro, portugueses da silva, todos a olhar!!!!
Eu fiquei logo aflita a pensar se elas não queriam apanhar o vírus ou se não queriam transmiti-lo!!!!
mc a 6 de Maio de 2009 às 23:07

Lamento não ser da opinião do avozinha mas desta vez eu acho que a culpa não é do governo!
Eu acho que a culpa é dos árabes!
Como estão fartos de ser criticados por obrigarem as mulheres a tapar a cara, pensaram nesta do vírus para obrigar as mulheres a tapar a boca com uma máscara.
É claro que o método ainda não está aperfeiçoado, por agora andam todos, homens e mulheres de máscara, mas com o tempo vão convencer-nos que só as mulheres são susceptiveis ao vírus e mais tarde ainda convencem-nos que é mais eficiente proteger também a cabeça, tipo burka.
E pronto, convenceram-nos !
Conceição a 6 de Maio de 2009 às 23:16

E pronto!

aiiiiiiii!!
a gozar com os árabes, hem?
Devias ter vergonha! com os árabes não se brinca!
E agora se eles ficam aborrecidos e te mandam para os anjinhos? Hem?
Dizem que os anjos não têm sexo, lá ias tu passar o resto da vidinha todo infeliz!!!!!!!!!!!!
Conceição a 10 de Maio de 2009 às 13:44

pesquisar
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15
16

22
23

24
29



mais sobre mim
blogs SAPO