Avózinha (Sim, com acento...)

Abril 26 2009

Como tenho andado a comer com 3, 4 aerius por dia pois assim manda a cartilha dos nutricionistas sinto-me muito bem, quase já nem tenho força para o dia a dia nem imaginação para alimentar o esfomeado avózinha, mas sinto uma paz interior e uma vontade de fechar os olhos e dormir. Tenho poupado também muito em água pois as idas ao WC deixaram de ser uma realidade, falta de matéria prima. Como podem calcular este estado em que me encontro não pode augurar coisa boa mas como o nível aqui é sempre muito baixo, não corro riscos.

 

«Onde estavas tu no 25 de Abril de 74?» é a pergunta que por cá se costuma colocar nesta altura, mas se a questão for colocada para o presente ano alguns responderão «estive algures na Suiça, num castelo». Algures na Suiça podia ser o início de uma reportagem feita por Artur Albarran, mas este anda ocupado com outras coisas, e o assunto aqui é ORGIA, pois é meus caros, leram bem, por lá não se fazem só chocolates e relógios, também se organizam orgias de luxo...mas a pagar meus caros, ou não “estivéssemos” na Suiça.

 

Algo ao estilo do filme «Eyes wide shut» de Stanley Kubrik, mas sem Tom Cruise nem Nicole Kidman (felizmente para os convivas). As inscrições eram possíveis na internet em www.castleevents.com e cada casal pagou 450 aerius para estar no evento, mas a coisa foi feita com requinte e não se pense que foi só trungalhunguice, o programa de festas anunciava sexo, música com concertos de violoncelo ou com um DJ de serviço, tudo servido num ambiente de luxo e erotismo onde com apenas 80 aerius podia se desfrutar de um copo de champanhe, e por cada 80 mais, novo copo.

 

Pagando havia direito a tudo e mais outro tanto, mas a indumentária não permitia nem látex, nem cabedal ou acessórios metálicos, ordinarices sim mas roupa ordinária não, homens de fato ou smoking e elas só de vestido e nada de tons folclóricos porque era uma orgia e não uma festa de carnaval.

 

Enfim esta malta sabe se divertir com estilo, não sabem é escolher a data, eu era para ter ido não fosse ter calhado no dia em que foi. Fiquei por cá a nas comemorações alusivas à revolução dos cravos, que sem mim não se teriam feito, mas confesso que me lembro mais do 25 de Abril em dia de eleições pois essa foi uma das suas (nossas) principais conquistas...nesse dia nunca falto porque democracia não tem culpa dos políticos que temos e nós também fazemos parte dela.

 

(Não fui à Suiça mas devia ter ido, o mais acertado teria sido fazer do dia 25 de Abril uma orgia, e do resto do ano o 25 de Abril.)

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:35

E eu a pensar que na Suíça era tudo sério. Aliás com estes valores é mesmo para ser a sério. Antes o 25 de Abril, que se pode fazer de graça e só paga quer quer pagar (e vender). Ai que já estou a descarrilar.
Nem sozinha quanto mais em orgia.


Beijo
perdida_nos a 27 de Abril de 2009 às 22:48

pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
17
18

19
24
25

27
30


mais sobre mim
blogs SAPO