Avózinha (Sim, com acento...)

Abril 20 2009

Ai ai (suspiro)! Como é bom inspirar fundo e desfrutar do ar do campo, sentir o cheiro da terra e da natureza, ouvir os sons da vida a interromper o silêncio, a água que segue o seu curso riacho abaixo e alimenta os seres que nela se passeiam, a brisa que me massaja a pele e se esgueira por entre os meus cabelos. E cá estou eu, na minha casinha junto à estrada nacional onde os carros não dão descanso ao asfalto nem à calmaria e o cheiro a escape não engana...mas sem dúvida foi uma forma bonita de começar, sempre quis iniciar desta forma estes meus rascunhos «bloguianos» e calhou hoje.

 

Esta introdução foi uma espécie de prelúdio para o que se passou na Jamaica este Domingo, onde um rapazito aparentando uns 20 anos (à data que escrevo ainda não se sabia a identidade) sequestrou um avião com 169 passageiros mais toda a tripulação. Antes de mais quero expressar a minha indignação por este acontecimento e ainda mal refeito do choque, prossigo. Seja turista seja cidadão do reino de Jah o castigo terá de ser exemplar, com tanto sítio (Iraque, Paquistão, Afeganistão, etc...) onde pode ir fazer diabruras, escolhe logo este santuário de paz e amor para chatear. O que lhe deu? Acabou-se-lhe a erva? Ficou sem mortalhas? Não encontrava um isqueiro?

 

Sempre pensei que por aquelas bandas não houvesse chatices, que toda a gente sorria e dava os bons dias a quem passava, até andava a pensar em candidatar-me a uma das duas ofertas de emprego em Montego Bay que vi na internet, uma para jardineiro e outra para cantoneiro, em ambas só tinha de fumar o mato rebelde que por lá vai brotando como a natureza manda. E não era trabalho para se fazer, era coisa para se ir fazendo...com calma.

 

Este pirata (não) conseguiu estragar a imagem que tinha da Jamaica e que habitava o meu imaginário, as palmeiras inclinadas para o mar paradisíaco como que a indicar o caminho através de auto-estradas de areia branca, o calor do ar que se tempera com as águas mornas e calmas de Neptuno. Com tanta coisa boa para desfrutar por lá põem-se a sequestrar aviões...tenham juízo.

 

Olha eu a fazer um código de barras com uma Jamaicana bacana negona. Isso é que era, qual quê!

 

(Já foi preso e ninguém se magoou)

 

Inté

publicado por Avózinha às 23:51

O início deste post está demais. Eu já ia embalado nas causas verdes - ai o campo, a natureza... está simplesmente fantástico. lol lol
IBS a 21 de Abril de 2009 às 13:23

Eu devo ser muito ignorante!
Como é que se faz um código de barras?
Vá lá, explica aqui aos leitores assíduos e aos outros também!
Não nos deixes na ignorância!

LOL
mc a 26 de Abril de 2009 às 00:05

Com barras pretas e brancas.
Avózinha a 26 de Abril de 2009 às 17:21

pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
17
18

19
24
25

27
30


mais sobre mim
blogs SAPO