Avózinha (Sim, com acento...)

Abril 20 2009

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público decidiu “ir dar uma vista de olhos” pelo novo regime de custas judiciais e ao que parece chegaram à conclusão de que este é mais penalizador para as vítimas do que para os arguidos. No bolso as diferenças são visíveis e só na fase de instrução enquanto um arguido pode ter de custear até um máximo de 300 euros a vítima pode ter de desembolsar até 1000 euros...como dizia o outro, «é só fazer as contas».

 

Transcrevendo o porta voz do sindicato Vítor Pinto : «Na fase de abertura de instrução não há um tratamento de igualdade entre o arguido e o assistente, a vítima ou ofendido, útil seria que fosse explicada a razão dessa diferença, porque não estamos a vê-la».

 

Não estão a vê-la mas estou eu, e já que pedem para explicar a razão vou tomar a iniciativa de o fazer...e de borla. É muito simples e está implícito, «afinal quem é a vítima?» cada um no seu lugar e a vítima tem que desempenhar o seu papel de...vítima, e nessa condição tem de as pagas bem pagas (literalmente). Eu estou absolutamente de acordo, aliás “nunca gostei muito” de gente que gosta de se fazer de vítima.

 

Depois é uma questão de matemática e de lógica, temos sempre de fazer tudo para não sermos a vítima se não queremos pagar mais, é só passar para o outro lado, dos arguidos claro está. Aliás faz todo o sentido, o pobre é quem mais tem a mania de se pôr do lado das vítimas e assim pensa duas vezes, se não tem dinheiro deixa-se estar caladinho e quieto ou então pode sempre fazer pior para estar sempre do lado dos arguidos.

 

Isto pode ser muito bom para libertar os tribunais do (segundo dizem) excesso de processos que se arrastam e entulham a justiça. Sabendo que a maioria do pessoal é “pobre” devia ser ainda mais caro, ficando estes mais aliviados para julgamentos dos ricos que como é sabido são bem menos e darão muito menos trabalho. Por tudo isto nem percebo porque fazem ondas.

 

Já não há vítimas como antigamente é o que é!!

 

Inté


pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
17
18

19
24
25

27
30


mais sobre mim
blogs SAPO