Avózinha (Sim, com acento...)

Março 23 2009

Se um jornalista incomoda muitos deputados vários incomodam muito mais, os nossos deputados da AR é que o dizem, parece que as excelências andam com vontade de limitar a ciirculação dos jornalistas no parlamento. Com isto andam danadinhos de volta do presidente da AR (Jaime Gama) para que este aceda aos seus anseios, dizem eles que o presidente não se queixa «porque não tem as câmaras em cima dele».

 

Sentem-se uma espécie de Zés Marias dentro de um Big Brother, mas sem galinhas para cuidar, apenas galos que grande parte dos dias deixam o poleiro vazio. Para verem bem o desespero a que chegaram, recordaram com saudade Pacheco Pereira que em anos idos (1993) já tinha proposto medida semelhante.

 

Parece que um dos problemas é não quererem ser apanhados a fazer figuras pouco dignificantes, e eu compreendo pefeitamente, e até digo mais, se fosse um dos deputados da AR lixava bem os jornalistas e não fazia essas ditas “figuras tristes” só para eles não terem nada para escrever ou passar nos noticiários.

 

Aquele episódio do deputado ter mandado o outro para o c* nunca teria sucedido se não existissem por lá esses melgas dos jornalistas, porque simplesmente não teria chegado ao nosso conhecimento. É uma influência que eu exerço por exemplo com o meu nível de colestrol, como não faço análises os níveis estão sempre bons.

 

Eu estou de acordo em limitar os jornalistas, agora com a remodelação onde abundam as novas as tecnologias e com tanto brinquedo para explorar, só o que faltava era algum abelhudo de um jornalista a apanhar o Sr. Deputado em falso. Por aquelas bandas, indiscrições ou faltas de educação, devem ser vedadas ao jornalistas, e apenas propriedade dos ilustres.

 

Inté


pesquisar
 
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

19
20
21

25
27
28

31


mais sobre mim
blogs SAPO