Avózinha (Sim, com acento...)

Outubro 24 2008

Esta semana o nosso ministro das obras públicas disse sobre umas declarações que a Manuela Ferreira Leite fez  que são «um disparate», e eu sinceramente pouco me importa se são ou não, nem interessa sobre que assunto foram, aqui no avózinha procuro ir sempre mais longe. É que a política funciona como o ilusionismo, há sempre uma mão que procura distrair a malta enquanto a outra faz o serviço, tudo á nossa frente e nós não vemos nada.


Ora, cá para mim o Mário está é preocupado com a concorrência a dizer disparates, para isso está cá ele...afinal quem é o ministro aqui, hein? Querem é roubar-lhe o protagonismo assim sem mais nem menos.


Fiquei com “pena” da Manuela, então a senhora nunca fala e quando fala, caem-lhe em cima desta maneira, com a elegância que caracteriza este cavalheiro. Eu cá se fosse a ela jamé lhe falava, mas jamé mesmo, não é dizer jamé e depois dar o dito por não dito. E mais...olha, mandava-o ir pregar para o deserto, á pois era, era o que eu lhe fazia...se fosse ela claro.
 

Deixo aqui um conselho para cada:

Mário – “Olha para o exemplo dela...agente quando não sabe da poda, vale mais estar calado”
Manuela – “Olha para o exemplo dele...quando o assunto te aborrecer, aproveita e tira uma soneca”

 

Estes dois fazem-me lembrar (não sei porquê) a história da bela e o monstro, só não sei é quem é quem, mas cá para mim eles disputam o mesmo papel.
 

Inté

publicado por Avózinha às 22:29

Só se for o papel do relógio de salão (o mordomo) ou então melhor, os velhos de camarote nos Marretas
perdida_nos a 28 de Outubro de 2008 às 18:29

pesquisar
 
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
16
17

19
25

31


mais sobre mim
blogs SAPO